Desafio Bónus!

09:13:00 Cinema's Challenge 21 Comments

A maior parte das pessoas acharam o último desafio demasiado fácil; eu concordo...Por isso, cá vai, lanço um novo como se fosse uma espécie e bónus pela facilidade em identificar a outra imagem, vejam lá se sabem a que filme pertence esta ! ;)

21 comentários:

  1. Penso que é A Janela Secreta.

    Já agora, um filme bastante interessante!

    :)

    ResponderEliminar
  2. Darei a solução em breve, continuem a tentar...

    Sam: Concordo plenamente, acho muito interessante filmes deste género, em que há uma dupla personalidade, digamos. E no fim há um twist a altura;)

    Muitas pessoas não gostam de stephen King, mas gostei deste argumento.

    ResponderEliminar
  3. não te esqueças que o Stephen King não é realizador, Dora!

    ResponderEliminar
  4. Andreia: Jura?! Ainda tu não tinhas nascido e já eu via filmes dele! Ehehehe!

    Eu não disse que ele era realizador. Nem preciso de dizer o que ele é, basta dizer o nome :-)

    ResponderEliminar
  5. ahhhh vias filmes baseados nos livros dele, queres tu dizer!:D

    ResponderEliminar
  6. E o que é que dá qualidade a um filme? O que é que faz um filme? O argumento...logo, os filmes são dele :-)

    ResponderEliminar
  7. isso é a eterna discussão, tipo a de foi o ovo ou a galinha que apareceu primeiro. Recentes estudos provaram que foi a galinha :D!

    Bem, com isto quero dizer que o autor do livro é o Stephen King, que é uma parte do filme muito importante ,pois contribui para o argumento. Mas o verdadeiro autor do filme é o realizador porque é ele que faz do filme um existo ou não! Porque por muito bom que seja um argumento, o realizador pode fazer uma cagada e sair uma valente porcaria...depois do argumento há o guião e depois do guião um conjunto infindável de agentes técnicos que o pobre do King nunca seria capaz de lidar.

    Um exemplo mais especifico que tenho a certeza que não podes refutar que está certo. O Shinning é de quem? Kubrick ou King? Acho que a resposta é óbvia :D

    ResponderEliminar
  8. Andreia,

    o exemplo do Shining é, para mim, o melhor exemplo de como um livro e a sua adaptação ao cinema podem ser muuuito diferentes...

    O livro contém imensos pormenores que o filme não abordou; o filme inventou informação que o livro nem sequer sugere.

    Pessoalmente, e embora seja grande fã do Kubrick, prefiro o livro do Stephen King.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  9. Eu sei :D...Tanto que na altura o Stephen King ficou muito lixado por o Kubrick pôr cenas 'wtf' lá no meio...

    Eu Gostei dos dois...são diferentes...mas ambos bons à sua maneira...Um exemplo que nada tem a ver mas acaba por ter é o livro e filme 'Fight Club', porque também achei ambos bastante bons...cada um com os seus pormenores que são bem diferentes, até o fim é,mas ambos bons!

    ResponderEliminar
  10. Sim, no caso do Fight Club, o filme faz "justiça" ao livro.

    Aliás, li algures que o escritor preferiu o final que escreveram para o filme... :)

    ResponderEliminar
  11. Ambos muito diferentes, mas ambos muito bons!Mas pergunto-me como seria se fosse o fim do livro...é bastante triste :/

    ResponderEliminar
  12. O Sam, como sempre, tirou-me as palavras da boca. O Shinning é o Stephen King. Tudo o que seja obra do Stephen King, o mérito é dele. Tem o exemplo do "Shawshank Redempion" e o "Green Mile" que os filmes são Stephen King ponto.

    Mas lá está, é a minha opinião porque o acho fabuloso.

    ResponderEliminar
  13. Pois, mas o que não tiveste em atenção é que o Shining filme é bem diferente do Shining livro...o que teve cunho do realizador e não escritor!

    ResponderEliminar
  14. Dora,

    então estamos mesmo em sintonia! :)

    Só uma última opinião: o Shining "filme" é uma história quase diferente do livro, mas tem qualidades suficientes para ser apreciado positivamente enquanto obra cinematográfica.

    ResponderEliminar
  15. Meu Deus! Isso nem se põe em questão, é quase blasfémia por me dúvida isso ,Sam..

    Shining será sempre um brilhante filme!

    ResponderEliminar
  16. Não li o livro, daí não o mencionar.

    ResponderEliminar

May the force be with you!