Adeus Philip Seymour Hoffman: 1967-2014

20:45:00 Cinema's Challenge 0 Comments


Não obedecia à imagem standard de actor de Hollywood, mas não era por isso que não se entregava de corpo e alma a cada papel, sendo louvado e admirado pelos mesmos. Philip Seymour Hoffman morreu este domingo, vítima do abuso de heroína; demorei uns segundos a acreditar. O seu coração parou de bater; todavia ficarão para ver e rever as quase cinquenta obras cinematográficas que integrou. Há quem o compare a Paul Giamatti. Erradamente, a meu ver. Seymour Hoffman foi bem mais, era dono de uma presença envolvida em tensão e respeito. Talvez a primeira por causa dos problemas que o assombravam e a segundo por ter passado pelos palcos do teatro, não esquecendo a sua transversalidade profissional: ele deu os primeiros passos na televisão. Ganhou um Oscar com o filme Capote, onde teve um excelente papel. Antes deu nas vistas em Boogie Nights e The Big Lebowski, tendo assim trabalhado com grandes realizadores. Foi mencionado para outros prémios, prosseguindo a sua carreira sempre em filmes bem escolhidos como Magnolia, Savages, The Master, Before the Devil Knows You're Dead, A Late Quartet entre muitos outros, dos quais ainda o não estreado God's Pocket. Tão multifacetado, um dos últimos filmes que entrou foi o comercial Hunger Games: Em Chamas, o qual o papel exigia continuidade que agora não será possível, infelizmente. 

Existia em cada filme, mesmo que por muitas vezes tenha sido actor secundário: o público lembra-se dele; lá.

E assim sobe aos céus mais uma estrela de Hollywood, e por cá perdemos mais um excelente actor, um dos poucos que ainda restam. 1967-2014.

0 comments:

May the force be with you!