Breakfast at Tiffany's - Running vs The Cage

19:14:00 Cinema's Challenge 1 Comments

Este é um dos mais belos finais da história do cinema, por vezes é difícil perceber a outra pessoa que se ama, de perpetuar a compreensão e momentos de devoção para esta conseguir voltar ao seu estado normal. É isto que se passa com Holly, a personagem interpretada por Audrey Hepburn. É uma personagem que sofre sem saber porque sofre e que, por vezes, precisa de maltratar quem mais ama, mas que necessita incessantemente de alguém que tenha cunho e paciência para estar ao seu lado, por mais difícil que seja e possa vir a parecer...

É um pouco isso que Breakfast at Tifannys pretende demonstrar com esta personagem que ficou para a história e que é talvez a mais famosa interpretada pela actriz. Pois ninguém muda totalmente porque por vezes as pessoas não sabem muito bem quem são, precisam, no entanto, é de alguém que as aceite como são, seja como forem ou se venham a revelar. E é isso, possivelmente, o amor. Conseguir aceitar, mesmo antes de saber o que se avizinha, sem abandonar a outra pessoa mesmo que isso seja o caminho mais fácil. Tal como Paul não fez a Holly, mesmo que tenha sido preciso um tratamento de choque para a fazer voltar a lidar com a realidade, ele nunca desistiu e é assim que temos uma das mais belas obras do cinema, que depois de visto ficará para sempre, pelo menos, na minha memória.



Para saberem mais sobre Audrey Hepburn, recomendo a sua biografia em cinco partes disponível no Youtube:
  1. Parte 1
  2. Parte 2
  3. Parte 3
  4. Parte 4
  5. Parte 5

1 comentário:

  1. Sou um pouco suspeito pois adoro tudo que envolva a Audrey, mas estefilme é soberbo. A biografia conheci via tele-filme e ainda me fez admirá-la mais.

    ResponderEliminar

May the force be with you!